29/08/2014

O acolhimento e o XX Encontro da Escola Brasileira de Psicanálise

Parque Mun. Américo Renné Giannetti - Belo Horizonte
Comissão de acolhimento

"Acolhimento é um significante muito caro a nós, psicanalistas de orientação lacaniana. Diz de uma decisão do analista a oferecer-se em posição de a-colher os efeitos do traumatismo que causa um por um. Sabemos do efeito de sua presença acolhedora, ali ao lado, visando mais além, subversivamente, perturbar as defesas ao servir-se dos intervalos abertos pelas contingências desse encontro e dar passagem a um ar nouveau que, por ventura, possa advir. É vero!!! O analista-trauma está por ali onde o a-colher se instala”. Foi assim que Fernanda Otoni nos respondeu ao receber as primeiras notícias das intenções da Comissão de Acolhimento. São dizeres que contornam, reafirmam e orientam a posição de cada um que se enlaça ao XX Encontro da Escola Brasileira de Psicanalise.
Pois é, dizem que “mineiro não perde o trem” e que “não prega prego sem estopa”. Isso mesmo! Daquilo que gera angústia ao que é relançado e causa trabalho, nos colocamos em movimento. Pensamos em ofertar aos colegas que aqui virão o que temos de genuíno e belo, em meio ao que nos inquieta e perturba: produção e arte, adotando um conceito bem mineiro para receber vocês. Consideramos o capricho nos detalhes de boas vindas aos participantes, privilegiando nossa cultura, nosso jeito de fazer festas, nossos poetas, grupos musicais e de dança, nossa comida e agrados. Com entusiasmo estamos organizando uma exposição com as obras da artista Leila Danziger. Presentificaremos Guimarães Rosa, Carlos Drummond e Adélia Prado. Várias surpesas, aguardem!!!
 Vejam o que canta o nosso Milton Nascimento: “Tem gente que vem e quer voltar, tem gente que vai, quer ficar... São só dois lados da mesma viagem”. Viagem remete a hospedagem. Assim, organizamos bons hoteis e holsters para quem preferir. Não nos esquecemos ainda de colocar na programação livre, a indicação de passeios pelos pontos importantes de nossa cidade,  como também às cidades vizinhas de B.H.
E Milton Nascimento continua: “Tem gente que veio só olhar, tem gente a sorrir e a chorar. E assim chegar e partir... A hora do encontro é também, despedida. A plataforma dessa estação é a vida desse meu lugar, é a vida desse meu lugar, é a vida...”
E será assim, dessa maneira animada que acolheremos vocês. Que tenhamos ótimos encontros e, no final, o que conta mesmo é que cada um encontre seu canto e que cante as nossas gerais.
Apresentamos abaixo, alguns detalhamentos do nosso “a-colher”.

PASSAGENS, HOSPEDAGENS E PASSEIOS
A empresa MASTER EVENTOS irá cuidar da hospedagem dos nossos convidados do XX Encontro da EBP. Para esse evento ela fechou parcerias especiais com o Centro de Convenções Dayrell – onde será nosso Encontro – e o Hotel Mércure, este último terá ainda serviço de transporte para o local do evento e preços especiais para o mesmo. Além dos hotéis será apresentada a opção de hospedagem em Hostels da cidade, cuidadosamente selecionados para oferecer boa estadia aos participantes, sem comprometer o conforto e praticidade. Nesse caso, estarão sempre inclusos café da manhã, internet wi-fi e orientações quanto à localização e deslocamento do local do evento. Mais opções pelo portal da prefeitura:
http://www.belohorizonte.mg.gov.br/hospedagem?term_node_tid_depth_2=220
Sobre passagens, essa empresa tem acordos especiais com as principais Cias Aéreas (descontos e cortesias), reserva e emissão de passagens aéreas nacionais e internacionais para os participantes do evento. A empresa oferece, ainda, várias opções turísticas de passeios pelos pontos culturais de Belo Horizonte e cidades vizinhas, como Ouro Preto. A Master desperta confiança, segurança e credibilidade, existindo a 27 anos no mercado turístico. Tem ainda um sistema de gestão de qualidade certificado pela ISO 9001 e integrando a ABRACORP (Associação Brasileira das Agências de Viagens Corporativas).

EXPOSIÇÃO E COQUETEL
No espaço da FUNARTE de Belo Horizonte, em 21 de novembro a partir das 19horas, transitaremos pela exposição da artista visual Leila Danziger, convidando àquele que contempla a obra de arte “a depor ali o seu olhar, como se depõe as armas”, como diz Lacan. Leila, nascida no Rio de Janeiro, além de artista é também pesquisadora e professora do Instituto de Artes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Sua obra transita pela literatura e pela mídia, e está remetida a questões como memória, inscrição/apagamento, escrita/ leitura. Participou de exposições no Rio de Janeiro, São Paulo, Berlim, Bonn, e Tel Aviv. Publicou recentemente o livro de poesias Três Ensaios de Fala, e escreveu Todos os Nomes da Melancolia (Apicuri/Cosmocopa Arte Contemporânea) e Diários públicos (Contracapa/ Faperj).  A exposição que se intitula – “O que desaparece, o que resiste” – terá curadoria de Fátima Pinheiro e vai dar o que falar, ou nos calar às vezes... Aguardem, mais notícias em breve!
Participaremos do coquetel de abertura da exposição  que será regado pelo talento de Agnes Farkasvolgyi, artista e chef de cozinha, que trata a comida e a bebida como forma de viver a arte. Preparemo-nos, pois, para esse acontecimento!!!

A FESTA DO ENCONTRO É GÃ!
Eu queria decifrar as coisas que são importantes. E estou contando não é uma vida de sertanejo, seja se for jagunço, mas a matéria vertente. Queria entender do medo e da coragem e da gã que empurra a gente para fazer tantos atos, dar corpo ao suceder. (Guimarães Rosa em Grande Sertão Veredas).
Essa Gã, que empurra a gente para fazer tantos atos, anima também a nossa festa. Será uma oportunidade para celebrarmos, nos alegrarmos e nos divertirmos. E também instantes de congratulações. Caberá até certo regozijo, por que não? Pretendemos propiciar momentos inesquecíveis de trocas que darão corpo a um suceder. As festas dos Encontros de Psicanálise são sempre lembradas pelas contingências que ali sucedem...
Da organização da festa do XX Encontro podemos dizer:
  • Ela acontecerá em um dos lugares mais “descolados” e charmosos de BH:  A Utópica Marcenaria (www.utopica.com.br), Av Raja Gabáglia 4.700, Santa Lúcia. 
  • Nossa festa será no dia 22/11/2014 e terá início às 22:00!! E só vamos parar porque “o galo cantou as  4 da manhã!” (Paulinho da Viola).
  • Teremos variedades da gastronomia mineira. Delícias! Drinks refrescantes e a tradicional cerveja gelada.
  • Além da boa música para festejarmos! 
  • Quem são os nossos convidados? Todos vocês!!!
  • Para um evento tão bacana teremos poucos convites. Apenas 250! Será uma festa de casa mineira... Intima e genuína!
  • Os convites já estão à venda no site do Encontro no valor de R$130,00 até o dia 05/09 e após esta data R$ 150,00!
Esse Encontro é, também, uma Festa!
GÃ!