15/02/2014

Mensagem do Presidente

Marcelo Veras
     O Encontro Brasileiro do Campo Freudiano é sempre uma renovação da transferência de trabalho que une os mais diferentes pontos do Brasil em torno da psicanálise de orientação lacaniana. A escolha dos temas é sempre focada na lâmina cortante da psicanálise pura e seus efeitos de transmissão e formação da atual e das futuras gerações de psicanalistas. Trauma nos corpos, violência nas cidades é o tema proposto para essa edição. Belo Horizonte nos acolhe para estabelecer um grande debate sobre o tema, sem perder de vista a especificidade de trazê-lo para a Escola Brasileira de Psicanálise.

     Em um mundo onde os significantes Trauma e Violência estão tão cotidianamente ligados às notícias da última hora, propomos acrescentar dois significantes muito caros à Lacan: Angústia e Segregação. Assim, trauma e violência são dois modos de abordar a inquietante alteridade que nos assombra - e que não cessa de fazer sua irrupção - tanto em nossa relação com o corpo, no caso da angústia, quanto na relação com o Outro, no caso da segregação. Fica então o desafio: onde localizar o mal?
     Outro tema servirá de contraponto ao trauma e à violência: o amor. No XX Encontro, apostando nos dispositivos da Escola de Lacan, celebraremos os 50 anos do Ato de Fundação com uma novidade, o Evento-Cartéis, um modo de valorizar a produção dos cartéis da EBP em nossa principal atividade epistêmica nacional. Convidamos cada cartelizante a enviar seu trabalho buscando a articulação entre sua questão singular e o tema Os Destinos do Amor. Do trabalho de transferência, pivô da experiência analítica, à transferência de trabalho, crucial para a sustentação da Escola, é possível explorar toda uma paleta de destinos possíveis ao amor que não se liquida com o final de uma análise. Abordaremos a violência do amódio, seus labirintos e suas saídas.


Contamos com a presença de todos vocês, nos encontramos em novembro!

Marcelo Veras
Diretor da Escola Brasileira de Psicanálise
Presidente do XX Encontro Brasileiro do Campo Freudiano